Connect with us

Escreva Algo e Clique em Procurar

Cinema

Mini Crítica / Extraordinário – Até o mais macho tem que chorar!

No filme um garoto de apenas 10 anos, que tem uma deformação facial e já passou por mais de 27 cirurgias vai começar sua jornada mais difícil até o momento. Ele vai iniciar suas atividades escolares e com isso, sabemos todos os pormenores que irá enfrentar devido a suas “diferenças” em relação aos outros alunos.

Mini Crítica / Extraordinário – Até o mais macho tem que chorar! 16

Bom, antes de começar a falar sobre o filme em sí, precisamos lembrar da nossa época na escola. Todos nós um dia já fomos zoados por algum motivo e também já zoamos não é mesmo?

Pois é! Esse garotinho Algust Pullman(Jacob Tremblay) , até aquele momento era educado em casa e só sabia o que sua mãe Isabel Pullman(Julia Roberts) o ensinava. Agora imagine só entrar em um ambiente hostil cheio de pessoas diferentes.

Mini Crítica / Extraordinário – Até o mais macho tem que chorar! 17

Esse tipo de situação traz o enredo principal do filme todo para o nosso lado. Alguém com certeza já foi aquela pessoa que chega por último e é rodeada de olhares. Seja na escola, seja em uma reunião.

A trama é baseada num livro do mesmo nome e junto do filme, mostram como um garoto que tem seus problemas pode viver num local rodeado de preconceito tanto de adultos quanto de crianças.

O filme com certeza é pra te fazer chorar, ao mostrar o pequeno garoto sempre com tom meio triste e se sentindo deslocado. Porém , ao contrário do que parece, ele não força o choro do espectador e o mesmo vem de forma natural(pelo menos pra mim veio).

Mini Crítica / Extraordinário – Até o mais macho tem que chorar! 18

Ao mesmo tempo que temos essa criança sobrevivendo em meio as dificuldades, também temos outros núcleos que mostram como as pessoas que estão ao redor de Alguie se comportam. Seus pais, sua irmã e até seu cachorrinho.

Um espetáculo a parte é o fato do nosso querido protagonista ser fã de Star Wars e estar sempre com Chewie te apoiando .

Com toda essa relação e emoção em cena e claro, de forma sutil, devo enaltecer a historia bacana que pode ser um exemplo pra você .

 

Veredito: O filme é emotivo, bacana, alegra e emociona o espectador. Não traz nenhuma forma nova de cinema e muito menos algo que jamais tenhamos visto. Por esse motivo, um majestoso 7.5/10 está de ótimo tamanho para esse baita filme.

 

Marcelo Alves
Escrito Por

Publicitário com muito orgulho(e pouco dinheiro), Entusiasta em falar mal de filmes, séries e games. Fã de flashbacks 60,70 e 80's.

Clique aqui para Comentar!

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você Pode Querer ver também:

Cinema

"Bond, James Bond!" Será que será a última vez que ouviremos essa frase?

Cinema

Pânico, franquia de filmes que começou nos anos 90, vai ganhar um reboot e o nome mais recente a integrar o elenco é Jack...

Artigos

O legado do ator viverá e ecoará sempre pelos 4 cantos do planeta.

Cinema

O teaser de The Batman balançou a internet nesse final de semana ao ser liberado no painel do filme no DC FanDome, evento que...

Propaganda