Connect with us

Escreva Algo e Clique em Procurar

Análises

Frostpunk | A esperança no meio da tempestade – REVIEW

Um mundo congelado e morrendo está a sua volta, recursos escaços, falta de esperança e desespero súbito em cada canto e em quanto isso um grande perigo se aproxima, este é o mundo de Frostpunk, o jogo de desenvolvimento de cidade que se destaca em meio a tempestade sem se congelar.

Frostpunk | A esperança no meio da tempestade - REVIEW 22

História

Frostpunk começa com sua história sendo contada, de como a humanidade chegou a sua situação atual após uma grande nevasca durante os 1800s, e durante esta aventura você assume o papel de capitão, que comanda uma das ultimas civilizações em busca de abrigo e suprimentos para sobreviver este inverno congelado.

Em sua campanha principal A New Home(Uma Nova Casa) apresenta um modo direto a apresentação e objetivo do jogo The City Must Survive(A Cidade Deve Sobreviver) onde o calor da fornalha que aquece sua cidade significa sobrevivência e cada escolha vem com um custo, muitas das vezes este custo sendo a esperança e vontade de viver de seus cidadães ou ódio dos mesmos, e modos alternativos como The Arks(As Arcas) e The Refugees(Os Refugiados) que apresenta diferentes cenários dos quais você tem que sobreviver e cumprir diferentes objetivos.(atualmente tem um quarto modo do jogo que ainda não foi adicionado onde acreditamos ser o modo sandbox que não tem um fim)

 

Frostpunk | A esperança no meio da tempestade - REVIEW 23

Gameplay

É de se notar sua grande diferença em comparação com outros jogos do mesmo estilo através de seu formato, ao invés de uma grade retangular como em jogos do estilo, Sim City ou Cities: Skylines, ja este, apresenta uma grade em forma de cone, que se encaixa ao arredor da fornalha no meio da cidade, e é seu gameplay em volta(ok, parei com as piadas) desta mecânica que faz o jogo ser único, a sua necessidade de calor arredor da cidade para que a população não morra congelada é a estrutura da qual você precisa escolher sabiamente onde colocar suas estruturas pela cidade, sem contar que sua limitação de espaço, também limita suas táticas para que não haja um desbalanço em possibilidades de desenvolvimento da cidade, sendo assim todo jogo que você começar provavelmente vai ter uma estrutura diferente da anterior.

Você com certeza ficara obcecado pela sua arvore de tecnologia, pois ela é onde você ira escolher qual sera o melhor caminho a tomar durante o jogo e onde você vai ter que fazer escolhas difíceis mais a frente no jogo sobre quais tecnologias será mais importante para a sobrevivência da sua cidade.
Sua dificuldade pesada mas justa é algo que não te deixa impaciente com o jogo, afinal, todos os problemas que podem dar fim de jogo para você aparecem alguns momentos antes em sua tela, para que você possa recuperar este lado problemático da cidade do qual talvez você não esteja prestando muita atenção, mas não te deixe enganar só porque o jogo te apresenta os problemas da cidade não significa que você sera capaz de resolver com tanta facilidade.Frostpunk | A esperança no meio da tempestade - REVIEW 24

Um bom gerenciamento de sua população é oque realmente apresentara uma facilidade ou dificuldade em sua partida, escolhendo quais recursos são de mais importância em cada situação em que você se encontra, seja carvão, madeira metal ou comida, onde cidadães são influenciados pelo ciclo de dia e noite do jogo, onde trabalham durante o dia e descanção durante a noite, para que você tenha que fazer suas escolhas com cautela para cumprir suas necessidades.

Seus habitantes ainda podem sair pela terra desolada, em busca de recursos e outros suprimentos pelo meio de batedores e também criar pontos de distribuição de recursos vindos de outras localizações no mundo.

O jogo também apresenta o Livro de Leis, que é uma diferente arvore de tecnologia, onde você escolhe as leis do seu povo, como por exemplo, você coloca suas crianças em um orfanato para ajudar os adultos? ou para trabalhar?, ou quando algum cidadão tem seu corpo congelado, tem seus membros amputados e receberão próteses? ou serão mantidos em um tipo de asilo? e claro estas são as questões que trarão a felicidade ou o ódio do povo, mas as vezes nem tudo oque eles querem é o que eles precisam. Alguns dias dentro do jogo é lhe dado uma escolha de uma nova arvore de leis, leis estas que serão o caminho escolhido para manter a esperança do povo, entre ordem ou fé.

Frostpunk | A esperança no meio da tempestade - REVIEW 25

E por ultimo mas não menos importante, existem os pedidos do povo que são questões aleatórias que aparecem durante o jogo em reação as suas escolhas que influenciam de forma pesada na esperança e descontentamento do povo onde você deve escolher como reagir a tais, seja de uma forma que seja melhor para aqueles que lhe pedem ou melhor para a cidade que assim medem seu desempenho, de uma forma quase que brutal, onde, caso a esperança da cidade desça demais você é exilado ou caso o descontento do povo suba demais você é executado em praça publica, ouch.

Frostpunk | A esperança no meio da tempestade - REVIEW 26

Veredito final

Frostpunk sabe ser um jogo diferente em meio a tanta mesmice do mercado de jogos dos últimos anos, o jogo sabe adaptar idéias de outros jogos de mesmo estilo e criar suas próprias, sua dificuldade apresenta ser um desafio sem ser injusto, sua aparência steampunk misturado com gelo (Frostpunk) cria uma estética unica que da vida ao universo, um jogo incrível, mas não é perfeito, mesmo com modos divertidos e extraordinários de alta rejogabilidade, estes sentem ser um pouco curtos, e também existe a falta de um modo sandbox, sem fim, onde você possa fazer oque quiser durante o jogo.

Frostpunk | A esperança no meio da tempestade - REVIEW 27

 

Avatar
Escrito Por

Clique aqui para Comentar!

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você Pode Querer ver também:

Games

A Sony espera bater esse recorde já nos primeiros 5 meses.

News

A CD PROJEKT RED anuncia que uma edição de The Witcher 3: Wild Hunt para a próxima geração está em desenvolvimento.

Games

Nem Microsoft nem ninguém! a Warner Bros. Games ainda é da AT&T!

Games

Não só ele como também Kate Bishop!

Propaganda